domingo, 15 de julho de 2012

Hoje Fomos a Banhos...Na Maravilha de Portugal

Boas tardes amigos e seguidores das nossas aventuras e pedaladas.
Após mais uma semana de trabalho e também alguns treininhos de estrada, uma nova experiência para alguns elementos do nosso grupo! Hoje a manhã foi dedicada ao BTT.


















Por volta das 8h saiamos de Abrantes, marcando presença Nelson, João, Tiago e Ricardo(eu). O destino hoje pré definido foi a Praia Fluvial do Penedo Furado, uma das praias a concurso para as 7 Maravilhas Praias de Portugal 

 Seguimos em direcção aos Casais de Revelhos, continuando ao longo do vale da ribeira dos casais em direcção ao single track do Sardoal. Antes de fazermos o famoso single ainda fizemos uma passagem pelos carreiros das ovelhas, local este já bem nosso conhecido. 
Passagem pelo single track, sempre momento de muita adrenalina, seguimos em direcção aos Moinhos de Vento de Entrevinhas. Local este recentemente restaurado, dando assim um óptimo aspecto a este local.
Paragem nos moinhos, tempo para as habituais fotos da praxe...e eis que seguimos caminho em direcção à Rosa Mana. Antes da Rosa Mana, fazemos o já nosso conhecido single track ate ao Vale da Rosa Mana...single este bastante técnico devido a pedra e alguns drops.

Da Rosa  Mana apontamos azimutes para Alcaravela, seguindo por longos e rolantes estradões, até alcançar o sobe e desce da Venda, primeiro descida a alta velocidade...depois uma bela subida ate alcançar o cimo do monte do Codes.

 Descemos para o vale, em direcção à Ribeira do Codes, seguindo então pelo single track ao longo do vale da ribeira, até alcançar mos a ponte do Codes. Single sempre muito giro de se fazer, nesta altura com muita vegetação e silvas com força que tanto nos fazem questão de deixarem marcas pelo corpo.

 Chegada ao miradouro do Penedo Furado, seguimos por um single track em direcção às cascatas do Penedo Furado, um descida muita técnica...mais indicada para se fazer à pé do que de bicicleta, algumas partes completamente impossíveis de se fazerem montado.
As cascatas já se avistam...pelo caminho foi-se trocando, as posições sobre a bicicleta, andando mais vezes ela em cima de nós.
Com todas estas peripécias finalmente chegamos à cascata...e eis que se segue o momento mais aguardado, uma bela banhoca, nesta águas fresquinhas, que tão souberam.

Uma maravilha estes mergulhos...já nem tínhamos grande vontade de arrancar da li!
 Mais uns quantos saltos acrobáticos...e uns "Ais Jasus que o moço se mata" lá deixamos as cascatas. Antes da sairmos ainda houve tempo para um furo na roda de trás do Nelson, problema resolvido com um pit stop. Passados 10m rasgão no pneu da frente do João, problema resolvido com um câmara de ar. Resolvidos os furos, seguimos em direcção a São Domigos, descendo depois para o Vale da Amarela, pelo caminho sou eu contemplado com um grande rasgo no pneu de trás, não havendo hipótese de o liquido vedar. Mete-se uma câmara, mas como o rasgo era muito grande, optamos por apanhar o alcatrão para regressar até a Abrantes. Pois já não havia mais tempo para mais imprevistos. Com isto fizemos cerca de 60km 1200m de acumulado, 40m de natação e 3 pneus que deram a alma ao criador! Até para a semana e boas pedaladas.

Sem comentários:

Publicar um comentário