domingo, 14 de fevereiro de 2010

Manha na companhia do FRIO POLAR

Mais uma vaga de frio Polar...a reinar de norte a sul de Portugal! Nem estas vagas deixam o bom Bttista no quentinho das suas mantas!
No passado sábado fizeram-se aos trilhos 6 bravos bttistas, do nosso grupo apenas conseguiram marcar presença eu (Ricardo) e Aníbal, para os restantes devido a compromissos não foi possível marcarem presença.

Ponto de Encontro: Elefante Azul 8h30 de matina, aqui encontramo-nos com Miguel (CabeçoDasAguias), Ricardo Pereira, para depois irmos de encontro com o Pedro e Gonçalo(CabeçoDasAguias).

Até ao Cabrito rolamos pelo alcatrão debaixo de um nevoeiro e um frio que fazia regelar as mãos do pessoal, era mesmo por demais! Aqui encontramo-nos com o Pedro e o Gonçalo, hoje a volta tinha como guia o Pedro, estávamos à merecer da sua escolha...logo ao início da volta o Miguel começou-se a sentir mal disposto, para-mos um pouco ao Sol para ver se passava mais a má disposição, mas não resultou, seguindo assim de volta a casa.

Na subida para São Miguel, temos este Pinheiro a bloquear o caminho, fruto das chuvadas e dos fortes ventos deste Inverno...após um breve estudo da situação solução resolvida e obstáculo transposto
Antes de entrarmos na mata dos ingleses fizemos uma parte muito engraçada, na zona de um eucalipetal onde fizemos um sobe e desce sempre enrolados no topo do monte...com uns single tracks pelo meio


Após rolar por estradão na Mata dos Ingleses, descemos para as Bicas, por uma descida super divertida e com alguma técnica à mistura já que abundava muita pedra solta. Chegados às bicas passagem pela primeira ribeira do dia...os pés já frios a partir deste ribeira pode-se dizer que já não descongelaram até ao fim!


Em direcção à Valeira com esta a parede que se avista ao longe para superar e mais uma ribeira para refrescar os pés...

Após rolar pelas estradas do campo militar com muita água à mistura, era impossível fugir à mesma...descemos ao Casalão, mais uma sequência de magnificas descidas...

Rolamos então até à Chaminé, paragem feita na tasca para abastecer os depósitos! Seguimos então em direcção ao Vale de Zebro, fazendo a descida do Moinho, após chegados a passagem de nível do Vale de Zebro decidimos não subir até ao Vale de Horta, já que o adiantar da hora já era muito e pessoal precisava de estar em casa por volta das 13h e já eram mais de 12h...assim foi sempre a rolar a boa velocidade até à Bemposta, sempre com muita agua à mistura...Chegados à Bemposta tomamos os trilhos em direcção ao Telhado, superando mais uma vez uma valente ribeira, já nem fazia diferença a passagem por água! Após o Casal do Meirinho Pedro, Gonçalo e Ricardo seguiram para as Arreciadas, eu e o Aníbal seguimos em direcção a Ponte das Areias...a partir daqui foi sempre a rolar por asfalto até ao Elefante Azul para a já lavagem do costume!
Percurso: Muito bom, a repetir...a abundância de água é que já fartava!
Distancia Percorrida:67,5Km
Tempo Gasto: 3h58m

Sem comentários:

Publicar um comentário